Banco do Brasil S/A

BB tem lucro de R$ 4,2 bilhões no segundo trimestre: alta de 34%

SÃO PAULO (13/AGO/2019) – O Banco do Brasil registrou lucro líquido contábil de R$ 4,2 bilhões no segundo trimestre. O resultado representa um aumento de 34,2% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a instituição lucrou R$ 3,135 bilhões. Se comparado com o resultado do primeiro trimestre, o lucro foi 5,1% maior. Já o lucro líquido ajustado do banco, que exclui itens extraordinários, somou R$ 4,4 bilhões no período entre abril e junho, valor 36,8% maior se comparado ao mesmo período de 2018.

Segundo o banco, o resultado foi influenciado pelos aumentos da margem financeira bruta e das rendas de tarifas além do controle de custos, que desempenharam abaixo da inflação. O retorno sobre o patrimônio líquido do Banco do Brasil, um indicador da lucratividade dos bancos, atingiu 17,6%, ante 16,8% no trimestre anterior. Apesar da alta, o desempenho segue abaixo do registrado pelos concorrentes. O índice de inadimplência superior a 90 dias atingiu 3,25% em junho. Já a despesa com provisões para crédito de liquidação duvidosa (PCLD) aumentou 13,9% na comparação com o primeiro trimestre.

CARTEIRA DE CRÉDITO – A carteira de crédito ampliada do banco totalizou R$ 686,6 bilhões e caiu 0,4% na comparação com junho de 2018, impactada pelo encolhimento dos empréstimos para pessoa jurídica (-7,8%). Já a carteira pessoa física avançou 7,8% em relação a junho de 2018, impulsionada pelo desemprenho de crédito consignado (+R$ 6,0 bilhões), em empréstimo pessoal (+R$ 4,8 bilhões) e financiamento imobiliário (+R$ 2,5 bilhões).

CONCORRENTES – O banco Itaú registrou lucro líquido contábil de R$ 6,815 bilhões no segundo trimestre, um crescimento de 9,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior (R$ 6,244 bilhões). O Bradesco registrou lucro líquido contábil de R$ 6,042 bilhões no segundo trimestre, 33,4% maior em comparação ao mesmo período de 2018. Já o Santander Brasil registrou lucro líquido de R$ 3,41 bilhões no período de abril a junho.

FONTES: G1/Diretoria Executiva da Contec

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar